Esportes

Patrick de Paula lamenta revés, mas exalta entrega do Palmeiras: ‘Soubemos controlar o jogo’

Cria da Academia foi um dos destaques do Verdão na derrota por 1 a 0, diante do Goiás, no Estádio da Serrinha

Patrick de Paula lamenta revés, mas exalta entrega do Palmeiras: ‘Soubemos controlar o jogo’

Com mais de 20 desfalques dentre os casos de Covid-19 e lesões, o Palmeiras saiu do derrotado do Estádio da Serrinha. Um dos destaques do Verdão no revés diante do Goiás, em duelo válido pelo Brasileirão, Patrick de Paula lamentou o gol sofrido nos acréscimos e elogiou a entrega da equipe.

– A gente fez um bom jogo. Infelizmente, tivemos um jogador a menos durante a partida, mas soubemos controlar o jogo, tivemos mais oportunidades e chegamos mais no ataque. Acabamos tomando o gol no último lance, acontece – falou a Cria da Academia.

Ainda que o Palmeiras tenha perdido a chance de assumir a terceira posição na tabela do Brasileirão, o camisa 5 destacou a necessidade do time se concentrar na disputa da Libertadores.

– Agora, é desligar um pouco do Brasileiro e pensar na Libertadores, já que temos uma batalha pela frente – finalizou.

Nesta quarta-feira (25), os comandados por Abel Ferreira vão enfrentar do Delfín, do Equador, em partida válida pelas oitavas de final da principal competição da América.

No Brasileiro, por sua vez, o Verdão segue na quinta colocação. O Flamengo, líder do Brasileirão, venceu o Coritiba e abriu cinco pontos de vantagem.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel