Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A família Poncio sempre dá o que falar nas redes sociais, principalmente por conta de Saulo e Sarah. No entanto, dessa vez, quem chama atenção é o pai da família, Márcio Poncio. O pastor se destaca por realizar cerimônias de casamento gay e também pelo lado empresarial. Ele comanda uma empresa de cigarros, a Gudang.

Márcio Poncio concedeu entrevista à revista GQ e defendeu que os evangélicos aceitem o casamento entre homossexuais. Responsável por realizar cerimônias de casamento gay, ele já foi bastante elogiado e criticado. Questionado sobre essa aceitação, ele respondeu: “Sem dúvidas! São humanos como todos. Não faz sentido separa-los dos demais. Não somos juízes de nada”.

Veja também: 
Antonia Fontenelle sobre Bolsonaro: “Nunca vi um presidente tão passivo”
Após dançar nua para Silvio Santos, stripper fatura R$ 250 mil, diz site

Ainda na entrevista, Márcio comentou sobre o filho Saulo, que se converteu à religião neste ano. E também respondeu se deu algum conselho a ele.

“Muitos! Mas o conselho maior quem deu a ele foi Deus que tocou o coração de um jeito tão forte que mudou a vida dele de cabeça para baixo. Sempre conversei e aconselhei meus filhos, mas já são adultos que tomam decisões de suas próprias vidas”, disse.

Por fim, Marcio Poncio comenta sobre o luxo em que sua família vive, como a mansão onde moram, e sobre desapego material: “Veja bem, desapego material não quer dizer que tenhamos obrigatoriamente um padrão de vida a seguir. Por que não viver no luxo se tudo que tenho é fruto do meu trabalho e do meu esforço?”.

“Eu trabalhei muito para ter o que tenho. Ainda trabalho muito mesmo tendo idade. O desapego material começa a ser importante quando valorizamos mais coisas do que pessoas. Aí sim tem coisa errada”, completou.