Geral

Pastor antivacina que se recusou a fechar igreja na pandemia é preso no Canadá

Crédito: Reprodução/YouTube

Um pastor foi preso na pista do Aeroporto Internacional de Calgary, no Canadá, na segunda-feira (27), por ter descumprido as leis do país em relação aos protocolos da pandemia de Covid-19. As informações são da CBC News.

Artur Pawlowski voltava para casa após realizar viagens para dar palestras com conteúdo antivacina pelos Estados Unidos. Durante a viagem, ele chegou a se encontrar com ativistas, influenciadores e até um dos filhos do ex-presidente dos EUA Donald Trump.


Pawlowski é acusado de desobedecer uma ordem judicial e de não usar máscara de proteção contra a Covid-19. Ele também é acusado de não fechar sua igreja durante a pandemia, mantendo cultos presenciais e colocando vidas em risco.

O próprio pastor compartilhou em seu canal no YouTube um vídeo no qual aparece sendo algemado por um policial no aeroporto.