Tecnologia & Meio ambiente

Passageiros de cruzeiro italiano são colocados em quarentena após caso de coronavírus

Passageiros de cruzeiro italiano são colocados em quarentena após caso de coronavírus

(Arquivo) A Itália fechou seus portos a transatlânticos estrangeiros e suspendeu as operações de seus cruzeiros, para tentar conter a propagação da Covid-19 - AFP

A empresa italiana de cruzeiros Costa Crociere anunciou nesta segunda-feira que colocou em quarentena mais de 700 passageiros a bordo de seu transatlântico “Victoria”, depois que um deles, uma argentina, foi diagnosticado com o novo coronavírus.

Segundo a empresa, a passageira apresenta um quadro de saúde estável, em um hospital de Creta, Grécia, para onde foi levada neste domingo. Uma TV local identificou a paciente infectada como sendo uma mulher de 63 anos.

“Por precaução e respeitando os procedimentos de saúde a bordo, as pessoas que tiveram contato com a passageira foram colocadas em isolamento imediato”, assinalou a empresa em comunicado à AFP. “Para aumentar a precaução, a impresa irá isolar os passageiros em suas cabines.”

O transatlântico transportava “726 passageiros de diferentes nacionalidades e 776 tripulantes”, e navegava pelo leste do Mediterrâneo. A empresa informou que está em contato com autoridades italianas e busca “um porto adequado para ancorar a embarcação”.

A Itália fechou seus portos a transatlânticos estrangeiros e suspendeu as operações de seus cruzeiros, para tentar conter a propagação da Covid-19.

O Ministério dos Transportes italianos afirmou que os navios nacionais que estiverem em alto-mar poderão retornar ao porto e que seus ocupantes serão submetidos a exames médicos.