Cultura

Participante de Sanremo pega 18 meses de prisão na Itália

ROMA, 09 JUL (ANSA) – O cantor Michele Bravi, que participou da edição de 2018 do Festival de Sanremo, foi condenado nesta quinta-feira (9) pelas autoridades italianas a 18 meses de prisão.   

O artista foi acusado pelo crime de homicídio por trânsito veicular, após ter se envolvido em um acidente em novembro de 2018 que matou uma mulher de 58 anos de idade.   

A decisão prevê a suspensão da pena e a não menção da sentença no registro criminal de Bravi.   

Além de ter participado do principal festival de música da Itália, Bravi , de 24 anos de idade, venceu a edição de 2013 do programa X Factor.(ANSA)

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?