Mundo

Parlamento europeu aprova nova configuração para UE sem Reino Unido

Parlamento europeu aprova nova configuração para UE sem Reino Unido

Membros do Parlamento europeu participam de votação em Estrasburgo, na França, em 13 de junho de 2018 - AFP

Após a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), o Parlamento europeu contará com 705 eurodeputados, confirmou o organismo nesta quarta-feira (13), em uma votação visando às eleições europeias de maio de 2019.

Com 566 votos a favor, 94 contra e 31 abstenções, os deputados reunidos em Estrasburgo, na França, aprovou reduzir dos atuais 751 assentos para 705 na próxima legislatura (2019-2024).

O Reino Unido, que atualmente conta com 73 eurodeputados, abandonará o bloco no fim de março de 2019. Semanas depois, acontecem as eleições europeias nos 27 países restantes, entre 23 e 26 de maio.

A saída dos eurodeputados britânicos vai beneficiar 14 países da UE “levemente sub-representados”, que vão dividir 27 dos 73 assentos atualmente atribuídos ao Reino Unido.

A França e a Espanha vão ganhar cinco deputados, subindo para 79 e 59 representantes cada, respectivamente. Itália e Holanda ganham três, a 76 e 29.

A Irlanda somará dois parlamentares aos seus 11 atuais, enquanto a nova distribuição com base em população dá um assento adicional a Polônia (51, atualmente), Romênia (32), Suécia (20), Áustria (18), Dinamarca (13), Eslováquia (13), Finlândia (13), Croácia (11) e Estônia (6).

As outras 46 vagas que o Reino Unido deixa livres serão destinadas a uma reserva para deputados de futuros países que entrarem no bloco.

O número máximo de deputados nunca poderá superar, contudo, os 751.

Os mandatários da UE devem validar esta nova distribuição durante sua próxima cúpula em Bruxelas, prevista para 28 e 29 de junho.