Economia

Parlamento alemão apoia programas de compra de dívidas do BCE

Parlamento alemão apoia programas de compra de dívidas do BCE

O presidente do Tribunal Constitucional alemão, Andreas Vosskuhle, em Karlsruhe - POOL/AFP/Arquivos


O parlamento alemão deu seu apoio ao programa de compra de dívidas do Banco Central Europeu (BCE) nesta quinta-feira (2), cuja legalidade havia sido questionada pelo Tribunal Constitucional do país, colocando em perigo um dos pilares da recuperação da zona do euro.

A grande maioria dos deputados aprovou a moção de apoio, em resposta à decisão inesperada do tribunal superior em 5 de maio.

Os juízes do Constitucional descreveram como excessivos e insuficientemente “proporcionais” os programas de compra de dívida do BCE, que totalizam mais de 2,6 trilhões de euros (cerca de US$ 3,2 trilhões) desde 2015.

O Tribunal Constitucional alemão deu um prazo de três meses ao BCE, assim como para as autoridades alemãs, para que dessem explicações e provassem que suas medidas excepcionais respeitavam a lei.

Caso contrário, explicaram os juízes, o Banco Central alemão deveria interromper sua participação.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



“O melhor interesse da Alemanha é que o futuro da moeda comum seja preservado”, explicaram os deputados nesta moção, apoiada por uma grande maioria. Apenas os deputados da extrema direita e extrema esquerda se opuseram.

Um membro do conselho de governadores do BCE, Yves Mersch, considerou que com essa votação “não há nenhum obstáculo para o Bundesbank continuar com suas compras” de dívida.

O Tribunal Constitucional também considera o caso “encerrado” e não se pronunciará por iniciativa própria sobre o assunto, uma vez que todas as respostas tenham sido fornecidas, explicou um porta-voz à AFP.

No entanto, a instituição ainda é legalmente obrigada a examinar novamente o fundo da questão caso receba um processo nesse sentido.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS