Atualização: Versão anterior desta reportagem afirmava que Valeria Bolsonaro era ex-esposa do presidente Jair Bolsonaro. Ela é na verdade uma parente do presidente. Abaixo o texto corrigido.

A deputada estadual de São Paulo Valéria Bolsonaro foi expulsa do PSL por “infidelidade partidária”. Ela é uma parente distante do presidente (seu avô era irmão do avô de Bolsonaro). As informações são do UOL.

O senador Major Olímpio, do mesmo partido, mandou uma representação ao presidente do partido, Luciano Bivar, onde acusou Valéria de divulgar um áudio, para partidários de Americana, contra o senador, após ele nomear dirigentes da sigla na região.

A deputada disse, nas redes sociais, que foi expulsa por apoiar o presidente Jair Bolsonaro, que foi eleito pelo PSL, mas rompeu com a sigla em 2019. “Sou mulher, apoio o presidente e nunca tive medo de enfrentar absolutamente nada”, disse.

O presidente estadual da sigla, o deputado federal Junio Bezella, rebateu Valéria e disse que a ação aconteceu por ações nas eleições municipais de 2020.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias