Comportamento

Paraísos artificiais

Os milionários têm mais um motivo para visitar Dubai, nos Emirados Árabes: as ilhas da fantasia. Um novo mega empreendimento imobiliário oferece um ambiente que reproduz cidades e regiões da Europa

Crédito: Divulgação

ALÉM DA IMAGINAÇÃO Conjunto de ilhas na costa do Golfo Pérsico abriga mini versões de cidades e regiões da Europa (Crédito: Divulgação)

Quando pensamos em construções faraônicas em Dubai, não há limites para a imaginação. E o empreendimento Heart of Europe (Coração da Europa) extrapola todas as fantasias arquitetônicas. Trata-se de um projeto que reproduz em mini versões famosas cidades e regiões européias, como a fluvial Veneza, a Riviera Italiana, a Riviera Francesa (Cote d’Azur) e São Petersburgo, todas rodeadas de areia leve e cristalina. São seis ilhas artificiais situadas entre 4 e 6 quilômetros da costa do Golfo Pérsico. A construção, que parecia impossível, se tornou realidade, combinando o máximo do alto luxo com o requinte europeu.

OSTENTAÇÃO Mansões suecas estão sendo oferecidas por US$ 21 milhões (Crédito:Kamran Jebreili)

O projeto saiu do papel em 2003 com um investimento de R$ 26 bilhões do governo de Dubai. Três anos depois as ilhas foram compradas pelo empresário austríaco Josef Kleindienst, proprietário de uma construtora de obras imponentes. Até a pandemia, o emirado recebia 14 milhões de turistas por ano e a intenção agora é trazer mais ricaços para relaxar e gastar. As mansões suecas, por exemplo, estão sendo vendidas por US$ 21 milhões (R$ 110 milhões).

Atraso na entrega

Quase todos os empreendimentos de concreto no país são de deixar o queixo caído e, nesse caso, não é diferente. Até astronautas da NASA fotografaram o “Coração da Europa” do espaço. Há dois pontos sensíveis no empreendimento. O primeiro é o atraso na entrega que se deu por causa da crise de 2008, e mais recentemente, devido à pandemia. O segundo é a crítica de ambientalistas. Eles diziam, em 2011, que o arquipélago estava afundando. Kleindienst refutou as críticas e, com o passar do tempo, o glamour falou mais alto e o deserto virou ilha. Passada a turbulência, a Expo Dubai 2021 deverá ser marcada pela inauguração do projeto.