Esportes

Para deixar zona de rebaixamento, Botafogo tenta surpreender o líder Palmeiras

Tudo o que o Botafogo não queria era retornar para a zona de rebaixamento. O temor ficou ainda maior por causa do próximo jogo, que será contra o líder Palmeiras, neste domingo, no estádio Luso Brasileiro, no Rio. Sem vencer há três jogos, o alvinegro entra pressionado para deixar a incômoda situação.

O período sem triunfos fez com que os cariocas caíssem para a 17ª posição, com 17 pontos. Em outro patamar, o Palmeiras tem 32 pontos e ocupa a primeira posição, mas não poderá contar com o artilheiro Gabriel Jesus, que está na seleção olímpica.

Se antes o problema era opção, agora o técnico Ricardo Gomes tem se animado com a quantidade de jogadores à disposição. Apesar de ainda ter os desfalques de Leandrinho e Sassá, que se recuperam de lesão, o treinador tem a base do time que foi vice-campeão carioca e conta com os jogadores contratados, como Camilo e Canales.

Para tentar surpreender o Palmeiras, a nova dupla está confirmada. As dúvidas ficam por conta apenas de Carli, que sentiu dores musculares e foi poupado durante a semana, e de Rodrigo Pimpão, que também não participou da atividade. A tendência é a

de que os dois fiquem no banco de reservas, algo que Ricardo Gomes tem ressaltado.

“São mais opções do que tinha no início do campeonato. Quero repetir o time, mas ter opção é bom até para as substituições do jogo. Temos muito jogadores de explosão, mas isso acarreta em lesões também”, definiu o treinador.

Sem contar a vitória na Copa do Brasil sobre o Bragantino, o Botafogo acumula três jogos sem vitória, com dois empates (Coritiba e Flamengo) e uma derrota para a Chapecoense, na última rodada, na qual caiu para o grupo de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.