Economia

Para BCE, inflação na zona do euro deve atingir pico em meados de 2022


O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), Philip Lane, reiterou nesta terça-feira, 5, previsão de que a inflação na zona do euro deve atingir o pico em meados deste ano e arrefecer a partir do segundo semestre, mas ponderou que o cenário depende da evolução da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Em entrevista à emissora Antenna TV, Lane disse que vários indicadores de atividade recentes apontaram para uma redução na confiança de investidores e consumidores, em decorrência do conflito.

Ainda assim, ele explica que a economia é apoiada pelo processo de reabertura após as restrições contra a covid-19.

“A guerra é uma grande questão econômica negativa, mas a reabertura da economia dá algum impulso”, ressaltou ele, minimizando o risco de um cenário de estagflação, caracterizado por crescimento econômico estagnado e inflação elevada.