Mundo

Papa pede outro modelo de desenvolvimento no mundo

Crédito: AFP

(Arquivo) Papa Francisco (Crédito: AFP)

O Papa Francisco pediu nesta segunda-feira aos líderes mundiais reunidos na ONU que “coloquem sua inteligência a serviço de outro modelo de progresso”, informou o Vaticano.

Em uma mensagem de vídeo, cujo conteúdo foi divulgado pela assessoria de imprensa da Santa Sé, o pontífice argentino, particularmente sensível à questão do meio ambiente, convidou os participantes da cúpula sobre o clima para trabalhar com “honestidade, responsabilidade e coragem”.

“Temos que colocar nossa inteligência ‘a serviço de outro tipo de progresso mais saudável, mais humano, mais social, mais abrangente’, capaz de colocar a economia a serviço da pessoa humana, construir a paz e proteger o meio ambiente”, disse ele ao citar sua encíclica Laudato si de 2015, chamada de encíclica “verde”.

O papa destacou que “com o Acordo de Paris de 12 de dezembro de 2015, a comunidade internacional tomou conhecimento da urgência e necessidade de dar uma resposta coletiva para colaborar na construção de nossa casa comum”, afirmou.

“No entanto, após quatro anos desse histórico acordo, podemos ver como os compromissos assumidos pelos Estados ainda são muito ‘frouxos’, e estão longe de alcançar os objetivos pretendidos”, alertou.

“Embora a situação não seja boa e o planeta sofra, a janela para uma oportunidade ainda está aberta: ainda temos tempo. Não deixemos que se feche”, implorou.

Francisco citou os bispos de todo o mundo que vão se reunir em outubro no Vaticano para salvar a Amazônia.

O papa, que considera fundamental a defesa da natureza e a batalha contra o aquecimento global, fez da ecologia e da defesa da ‘Casa Comum’ um dos cavalos de batalha de seu pontificado.