Mundo

Papa homenageia policial morto em supermercado na França

VATICANO, 26 MAR (ANSA) – O papa Francisco fez uma homenagem nesta segunda-feira (26) ao policial tido como herói que morreu após o duplo atentado em Carcassone e Trèbes, no sul da França, que deixou quatro vítimas.   

Em uma mensagem enviada ao bispo local, Dom Alain Planet, o Papa saudou “particularmente o gesto generoso e heróico do tenente-coronel Arnaud Beltrame, que deu sua vida para proteger as pessoas”.   

Na última sexta-feira (23), Beltrame se ofereceu a trocar de lugar com uma das reféns do terrorista franco-marroquino Radouane Lakdim.   

“Manifesto a minha solidariedade para com os feridos e aos seus familiares, assim como a todas as pessoas afetadas por este drama, pedindo ao Senhor que lhes dê conforto e consolação”, escreveu o Pontífice.   

Além da homenagem, o líder da Igreja Católica condenou os atos de “violência indiscriminada que causam tanto sofrimento”.   

“Pedindo a Deus com fervor o dom da Paz, evoco sobre as famílias em sofrimento e sobre todos os franceses os benefícios das bênçãos divinas”, notificou Francisco.   

O autor do duplo atentado, Lakdim, tinha 25 anos e morava em um bairro popular de Carcassone. Ele era ativo em ambientes jihadistas na internet e havia sido condenado por crimes comuns.A polícia desconfia que o terrorista viajou recentemente para a Síria.   

Além disso, a namorada de Lakdim e um amigo menor de idade também foram detidos por suspeita de associação terrorista. A companheira do franco-marroquino, de 18 anos, era considerada uma pessoa de alto risco de radicalização.(ANSA)