Mundo

Papa Francisco entra na luta contra ‘fake news’

CIDADE DO VATICANO, 29 SET (ANSA) – O papa Francisco entrou na luta contra as notícias falsas publicadas ao redor do mundo e pediu que a Igreja Católica faça uma reflexão profunda sobre o tema do 52ª Dia Mundial das Comunicações Sociais, que será celebrado pela entidade em 13 de maio de 2018.   

“Escolhi como tema para o Dia da Comunicação 2018: ‘A verdade vos tornará livres’ (Jo 8, 32). Notícias falsas e jornalismo de paz”, escreveu em sua conta de Twitter nesta sexta-feira (29).   

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Santa Sé afirma que o tema “fake news” foi escolhido porque as “informações infundadas” são aquelas que contribuem para “gerar e alimentar uma forte polarização das opiniões”.   

“Trata-se de uma distorção muito instrumentalizada dos fatos, com possíveis repercussões no plano dos comportamentos individuais e coletivos”, informou ainda o Vaticano.   

Segundo a entidade, em um momento em que as grandes empresas da web e governos ao redor do mundo estão agindo sobre o tema, é também hora da “Igreja oferecer uma contribuição, propondo a reflexão sobre as causas, sobre a lógica e sobre as consequências da desinformação na mídia e ajudar a promover um jornalismo profissional, que busca sempre a verdade, e também um jornalismo de paz, que promova a cooperação entre as pessoas”.   

O Dia Mundial das Comunicações Sociais foi a única data mundial estabelecida pelo Concílio Vaticano II (“Inter Mirifica”, de 1963) e é comemorada em diversos países do mundo, sob orientação de bispos e religiosos.   

A data sempre ocorre no domingo que precede o Dia de Pentecostes e, por isso, em 2018, será celebrada no dia 13 de maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima.   

O texto da “Mensagem do Papa para o Dia Mundial das Comunicações Sociais” é tradicionalmente publicado no dia da festa para São Francisco de Salles, que é considerado o patrono católico dos jornalistas e que é celebrado no dia 24 de janeiro. (ANSA)