Geral

Papa Francisco condena silêncio da mídia sobre conflitos


O papa Francisco condenou o que ele chama de “silêncio vergonhoso” sobre os conflitos de longa duração da África e em outros lugares do planeta, nesta segunda-feira.

Falando a turistas na Praça São Pedro, Francisco citou massacres em Kivu do Norte, na Republica Democrática do Congo, com um exemplo de derramamento de sangue que muito geralmente “não pesa na opinião mundial”. Ele disse que tais massacres “foram perpetrados por muito tempo em silêncio vergonhoso, sem nem mesmo atrair nossa atenção”.

Ele lembrou do sofrimento de povos em muitas partes do mundo que são “vítimas inocentes de conflitos persistentes”.

No domingo, autoridades afirmaram que supostos dissidentes mataram pelo menos 36 pessoas no nordeste do Congo, provocando manifestações populares contra a violência em curso. O grupo rebelde matou pelo menos 500 civis na região desde outubro de 2014, de acordo com um grupo de direitos humanos local. Fonte: Associated Press.

Veja também
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Mãe de Eliza Samudio diz que Bruno não paga pensão e que filho do goleiro se sente culpado pelo crime
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Faustão é internado em hospital de SP
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

conflitos mídia Papa