Mundo

Papa diz que não se deve ouvir apenas gigantes farmacêuticas

VATICANO, 23 SET (ANSA) – O papa Francisco afirmou, durante a audiência geral desta quarta-feira (23), que não se deve escutar apenas as gigantes farmacêuticas para descobrir um remédio contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2).   

O Pontífice declarou que as grandes empresas farmacêuticas são mais ouvidas do que os trabalhadores da saúde, que estão na linha de frente em hospitais ou campos de refugiados contra a Covid-19.   

“Para sair melhor de uma crise, é necessário implementar o princípio da subsidiariedade, respeitando a autonomia e a iniciativa de todos, especialmente dos menores”, disse Francisco.   

O líder da Igreja Católica ainda contou que, para sair da crise atual, é necessário “trabalharmos juntos”.   

“Ou trabalhamos juntos para sair da crise ou nunca sairemos dela. Sair dela não significa dar uma pincelada nas situações atuais para que pareçam mais certas. Sair da crise significa mudar, e a verdadeira mudança é feita por todos e todos juntos”, concluiu o Papa.   

Segundo dados da universidade norte-americana Johns Hopkins, tiveram no mundo pouco mais de 31,6 milhões de casos do novo coronavírus e 971.679 mortes. (ANSA).   

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar