Mundo

Papa autoriza inquérito por fraude no Coro da Capela Sistina

ROMA, 12 SET (ANSA) – O papa Francisco autorizou, “há alguns meses”, uma investigação para apurar possíveis fraudes financeiras no Coro da Capela Sistina, informou nesta quarta-feira (12) a Santa Sé.   

De acordo com o site “Vatican Insider”, as autoridades do Vaticano investigam o diretor administrativo Michelangelo Nardella e o diretor do Coro da Capela Sistina, monsenhor Massimo Palombella. Os dois são suspeitos de desviar a verba arrecadada em concertos para uma conta bancária pessoal. O inquérito apura um esquema de lavagem de dinheiro, fraude contra o Estado e peculato. Segundo a publicação, a conta bancária era operada pelos dois diretores, que usavam o dinheiro para despesas pessoais. Nardella foi suspenso do cargo no mês de julho em decorrência de um procedimento administrativo relativo à má conduta. No entanto, as investigações ainda estão em andamento.   

O monsenhor Palombella foi nomeado para liderar o coro da Capela Sistina em outubro de 2010 pelo papa Bento XVI e foi confirmado por Francisco há três anos. (ANSA)