Mundo

Papa aceita demissão de bispo brasileiro acusado de desvio de dinheiro

Papa aceita demissão de bispo brasileiro acusado de desvio de dinheiro

(Arquivo) Papa Francisco - AFP/Arquivos

O Papa Francisco aceitou a renúncia de Dom José Ronaldo Ribeiro, 61 anos, bispo da cidade de Formosa, acusado de desvio de dinheiro – anunciou a Santa Sé nesta quarta-feira (12).

Desde 2014, dom Ribeiro era bispo de Formosa, uma cidade de 115.000 habitantes a 80 quilômetros de Brasília. Ele foi detido em março, após a suspeita de desviar o equivalente a 600.000 dólares em três anos, para fins não religiosos, segundo a agência I.Media, especializada em Vaticano.

Uma parte do dinheiro teria sido usada para comprar uma fazenda de gado e uma casa lotérica, segundo a imprensa local. Além dele, outros seis padres da mesma diocese foram detidos, acusados de corrupção e de formação criminosa.

Para o lugar de dom Ribeiro e como administrador apostólico interino, o papa Francisco nomeou Paulo Mendes Peixoto, arcebispo de Uberaba, de 67 anos. Já ocupada desde 21 de março, a função foi agora oficialmente confirmada. Até a nomeação de um novo bispo, dom Peixoto ficará responsável por essa diocese.