Edição nº2531 22/06 Ver edições anteriores

Pane na cabeça

Jorge William

Epidemiologistas estão perplexos com a ideia do ministro da Saúde, Ricardo Barros, em querer vacinar toda a população contra a febre amarela. Por mais que técnicos da Pasta tentem justificar a imunização em massa, falta lógica no plano. Primeiro, não há volume suficiente do insumo – 50 milhões de unidades/ano é a capacidade máxima da Bio-Manguinhos/Fiocruz. Depois, se o Ministério da Saúde não dá conta de vacinar nas áreas de risco, imagine de norte a sul do País. Prova da incapacidade: 846 casos da doença, com 260 óbitos, de 1º de julho de 2017 até a última terça-feira 6. Ou seja, se o foco mudar, a lógica será falta de vacina, dinheiro jogado fora e mais mortes por febre amarela nos próximos meses.

Corrupção
Moedas fortes

Com base em apurações da Lava Jato, a Polícia Federal vai indiciar, por evasão de divisas, quatro executivos da corretora de câmbio TOV, liquidada pelo Banco Central há dois anos. Usando empresas de fachada, eles enviaram mais US$ 330 milhões (R$ 1 bilhão) para contas no exterior operadas por Alberto “Petrobrás” Youssef. Quem deu o mapa da mina aos investigadores, em delação premissa, foi a ex-amante do doleiro, Nelma Kodama.

Empresas
Lá fora

Acionistas minoritários da OI tentarão barrar o plano de recuperação judicial da empresa em Nova York. Até o fim do mês, uma Class Action (espécie de ação coletiva prevista nas leis americanas para tentar reaver as quantias perdidas num investimento) será levada a SEC (Comissão de Valores Mobiliários, na sigla em inglês) e ao Departamento de Justiça dos EUA, para apurar a suposta prática de corrupção e lavagem de dinheiro. A estratégia do advogado André de Almeida, do Almeida Advogados, é igual à adotada de forma bem sucedida, no caso Petrobras.

Visitantes
Portas abertas

Adotado em novembro pelo Itamaraty, o visto eletrônico para estrangeiros que desejam vir ao Brasil é um sucesso. Em quatro meses foram emitidas quase 27 mil autorizações. Os americanos (60%) lideram as solicitações aprovadas. E os australianos, a lista das recusadas. Feito só pela internet, o processo demora dois dias e está condenando à morte a lenta burocracia de nossos consulados.

STF
Na marca do pênalti

Essa semana talvez seja amarga para Romero Jucá. Presidente nacional do MDB, ele pode se tornar réu pela primeira vez no Supremo. A 1ª Turma pautou para, terça-feira 13, o julgamento de um dos 13 inquéritos que tramitam na Corte contra o senador – esse por corrupção e lavagem de dinheiro. Sua Excelência se diz tranquilo.

MPF
Entre as feras

Rodrigo Janot escolheu atuar na 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça quando voltar da licença tirada após deixar o cargo de Procurador-Geral da República. Continuará assim sob os holofotes, defendendo as acusações do Ministério Público Federal no âmbito criminal. Ali, inclusive, são julgados todos os recursos da Lava Jato.

Eleições 2018
Condição especial

Ueslei Marcelino

Oficialmente no páreo pelo Planalto, Rodrigo Maia (DEM) não deu sinal até agora de que vai se licenciar da presidência da Câmara dos Deputados. Deveria fazê-lo. O poder do cargo é enorme, como o de definir as matérias que vão ser votadas no plenário. Há na Casa, por exemplo, uns doze pedidos de impeachment contra Michel Temer. Por outro lado é válido supor que possa agir com neutralidade, mas ninguém pode negar que ele encara o cenário de forma diferente desde a semana passada, podendo atrair ou neutralizar projetos dos outros, de acordo com a própria conveniência.

Presidência da República
Quem chega

A Comissão de Ética da Presidência da República será comandada pelo advogado Luiz Navarro a partir da segunda-feira 12. Membro da Academia Internacional de Combate à Corrupção, com sede na Áustria, e já atuante no órgão, ele foi um dos precursores na prioridade que a Controladoria Geral da União deu ao tema, na gestão de Jorge Hage. Por dois anos Mauro Menezes guiou a CEP, período em que foram analisados inúmeros casos de desvios de condutas de altas autoridades do governo, como ministros, expedindo diversas sanções e recomendações aos órgãos de controle. Menezes seguirá como conselheiro até setembro próximo.

Consumidor
Multis presentes

Principal plataforma de mediação de conflitos entre clientes e empresas no Brasil, o portal Consumidor.gov, do Ministério da Justiça, ganhou a adesão de mais aéreas na semana passada. Air France e KLM foram ativadas no site, que agora abriga 11 companhias do setor (cinco brasileiras). A ANAC que incentivou a adesão da dupla foi a primeira agência reguladora a aderir à plataforma, em dezembro de 2016. Em tempo: nas estatísticas do portal, nos últimos 30 dias, a Latam ocupa posição de destaque, nas respostas aos usuários.

Trânsito
Olha a crise

Ao aprovar resolução determinando que todos os veículos no Brasil terão de trocar suas placas para seguir o padrão Mercosul, o Conselho Nacional de Trânsito avançou no bolso dos motoristas. Estima-se que o par de chapa com chip criptografado custe uns R$ 200. Mais lógico seria que a exigência valesse apenas para veículos novos e os que trocassem de domicílio ou de proprietário. A troca generalizada até 31 de dezembro de 2023 atinge uma população que sofre os efeitos da crise econômica. Aliás, volta e meia o Contran inventa coisas, como o extintor de incêndio ABC, que acabou extinto dos automóveis após muito vaivém.

PSDB
Em todas

Valter Campanato/Agência Brasil

Pré-candidato tucano ao Planalto, Geraldo Alckmin está na fase de não recusar convite até para batizado de boneca. Na posse da nova diretoria da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do Estado de SP, ele ouviu elogios por sua gestão à frente do governo paulista. Mas foi cobrado para aprofundar diálogo com o sindicalismo, abalado com a reforma trabalhista e sindical. Ao sair pareceu ter gostado muito da conversa.

Lava Jato
Efeito JBS

Reunido na terça-feira 6, em Brasília, o Conselho Superior do Ministério Público Federal decidiu afastar por 120 dias de suas funções o procurador da República Ângelo Rodrigo Villela. Vai responder a processo, acusado por delatores de repassar informações da Lava Jato para o grupo JBS em troca de uma promessa de mesada de R$ 50 mil. O episódio chegou a lhe render prisão, em maio do ano passado.

Cores
Arte urbana

São Paulo vai ganhar mais um enorme mural a céu aberto do grafiteiro Kobra. O painel, de 37 metros de altura por 27 de largura, está sendo finalizado numa das laterais do Hospital 9 de Julho, na região central da cidade – que tem nos grafites de grandes dimensões um de seus cartões postais. A obra foi encomendada pela família do médico Edson Godoy Bueno, fundador da Amil, que faleceu ano passado.

Natureza
Vôo livre

Divulgação

A última Reserva Particular do Patrimônio Natural do Brasil, criada em Santa Catarina, é fruto de 26 anos de pesquisas, educação ambiental e manejo. Localizada na região de Urupema, Painel e São Joaquim, ali está a maior concentração de papagaio-charão e papagaio-de-peito-roxo do País. As espécies adoram o local pela grande oferta de pinhão, em seus 36 hectares.


Mais posts

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.