Cultura

Pandemia de coronavírus ofusca primeiro ‘Dantedì’ na Itália

SÃO PAULO, 25 MAR (ANSA) – O dia 25 de março era para ser uma jornada de festa na Itália, que planejava uma série de eventos para homenagear seu maior poeta, Dante Alighieri (1265-1321), mas a data acabou ofuscada pela pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).   

Em janeiro passado, o governo italiano havia instituído 25 de março como o “Dantedì”, ou, em tradução livre, “Dia de Dante”, uma data criada para homenagear o poeta em todo o mundo, com grande participação das escolas e das instituições culturais.   

A jornada é parte das iniciativas pelo sétimo centenário da morte de Dante, que será celebrado em 2021, e acontece no dia do calendário em que começa a viagem do poeta na “Divina Comédia”, sua obra-prima.   

Sem a possibilidade de eventos com público, o Dantedì está sendo comemorado sobretudo pela internet. Ao meio-dia, internautas fizeram um flash mob digital com a leitura de trechos da “Divina Comédia”, envolvendo escolas, estudantes e professores convidados pelo Ministério dos Bens Culturais.   

“Em 25 de março, leiam Dante e postem seus conteúdos. Dante é a língua italiana, é a própria ideia de Itália. E, neste momento, é ainda mais importante recordá-lo para continuarmos juntos”, disse o ministro Dario Franceschini.   

Já as Gallerie degli Uffizi, em Florença, criaram um tour virtual por obras dantescas de seu acervo. (ANSA)