Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Com toda repercussão sobre a carta aberta de Klara Castanho, o pai da atriz, Claudio Castanho resolveu se posicionar sobre o caso, no último sábado (25). Ele publicou uma foto com Klara e seu irmão e escreveu:”Estarei com vocês até o fim da minha vida”.

Reprodução InstagramPai de Klara Castanho publica foto com a atriz e seu irmão (Crédito:Reprodução Instagram)

No último sábado, a atriz publicou uma carta aberta em seu instagram, na qual disse ter sido estuprada e, por consequência da violência sexual, entregou a criança, fruto dessa relação forçada, para adoção.

LEIA MAIS

Klara Castanho revela que engravidou após estupro e que entregou bebê para adoção

“Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo. No entanto, não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que eu sofri. Eu fui estuprada”, revelou a jovem de 21 anos.

“Não estava na minha cidade, não estava perto da minha família, nem dos meus amigos. Estava completamente sozinha. Não, eu não fiz boletim de ocorrência. Tive muita vergonha, me senti culpada. Tive a ilusão que se eu fingisse que isso não aconteceu, talvez eu esquecesse”, contou Klara em outra parte do relato.

https://www.instagram.com/p/CSUjnDNshg1/

O caso veio a público após matéria publicada pelo colunista Leo Dias, do Metrópoles.

“Eu, ainda anestesiada do pós-parto, fui abordada por uma enfermeira que estava na sala de cirurgia. Ela fez perguntas e ameaçou: ‘Imagina se tal colunista descobre essa história’. (…) Quando eu cheguei no quarto, já havia mensagens do colunista, com todas as informações. Ele só não sabia do estupro. Eu ainda estava sob o efeito da anestesia. (…) Conversei com ele, expliquei tudo que tinha me acontecido. Ele prometeu não publicar”.