Esportes

Pai de Djokovic afirma que obrigação por vacina no Australian Open é ‘chantagem’; tenista não deve jogar

Crédito: Reprodução/Instagram

Srdjan Djokovic, pai do tenista Novak Djokovic, disse que é “improvável” que o sérvio dispute o Australian Open, em janeiro. O motivo seria a obrigatoriedade de vacinação contra a Covid-19, imposto pelos organizadores do evento e pelas autoridades australianas.

“No que diz respeito às vacinas e não vacinas, é direito pessoal de cada um de nós sermos vacinados ou não. Ninguém tem o direito de entrar em nossa intimidade. Sob essa chantagem e essas condições, [Novak] provavelmente não vai jogar. Eu não jogaria. Ele é meu filho e decide por si só”, declarou Srdjan, em entrevista ao site B92.

Novak já venceu o Australian Open nove vezes. O número um do ranking mundial da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) nunca revelou se foi vacinado contra o coronavírus, mas desde o início da pandemia promoveu aglomerações e até um torneio que não respeitou distanciamento social e uso de máscaras.

Imunizados com as vacinas da Pfizer, Astrazeneca, Janssen, Moderna, Covishield, Sinovac e Sinopharm podem entrar na Austrália. O imunizante Sputnik não é aceito.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua