Geral

Paciente com sintomas de coronavírus morre em Niterói

Paciente com sintomas de coronavírus morre em Niterói

Ilustração do novo coronavírus - Centers for Disease Control and Prevention/AFP

Um homem de 69 anos morreu às 19h08 da terça-feira, 17, em um hospital particular de Niterói (Região Metropolitana do Rio), com sintomas de covid-19, segundo a equipe médica. A assessoria de imprensa do hospital informou que ele fez exame para constatar a presença do coronavírus, mas até a noite da terça-feira não havia resultado.

Segundo nota divulgada pelo hospital Icaraí, esse paciente teve os primeiros sintomas na última quarta-feira, 11, depois de ter contato com o enteado, que voltou de Nova York com exame positivo para covid-19.

Além disso, segundo a nota, o paciente tinha doenças preexistentes que o incluíam no grupo de risco para coronavírus.

O paciente teve insuficiência respiratória aguda e por isso foi submetido à entubação orotraqueal e colocado em ventilação mecânica, mas acabou morrendo por choque séptico e pneumonia, segundo a nota divulgada pela unidade de saúde.

Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, dos 33 casos de coronavírus confirmados no Rio, um é de morador de Niterói. Mas não se trata desse paciente, cujo exame para coronavírus ainda não tem resultado.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel