Brasil

Pacheco nega requerimento para convidar Alexandre de Moraes ao plenário do Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), derrubou uma tentativa de governistas de chamar o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), para falar sobre os inquéritos que investigam atos antidemocráticos e o uso de fake news no plenário da Casa.

O senador Eduardo Girão (Pode-CE) apresentou um requerimento para a realização de uma sessão de debates temáticos com Moraes, na tentativa de pressionar o ministro. O pedido recebeu apoio de governistas, aumentando as investidas do grupo contra Moraes diante dos ataques do presidente Jair Bolsonaro ao Judiciário. Pacheco impugnou o requerimento, impedindo a realização da audiência com o ministro.

De acordo com o presidente do Senado, o pedido dos governistas contraria a Constituição e os propósitos previstos no regimento do Senado para a realização de debates temáticos, abrindo caminho para um “controle indireto de atos jurisdicionais” por meio de uma sessão com o magistrado. Girão recorreu da decisão de Pacheco. O presidente da Casa não julgou o recurso.