Esportes

Pablo marca, São Paulo bate o Palmeiras e quebra tabu no Paulistão

Tricolor não vencia o rival no estadual desde 2009 e com a vitória chega a quarta consecutiva no Paulistão. Verdão, com time misto, não conseguiu impor o seu estilo

Pablo marca, São Paulo bate o Palmeiras e quebra tabu no Paulistão

 

O São Paulo venceu o Palmeiras por 1 a 0 no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista. O gol da vitória foi marcado por Pablo, aos 16 minutos do segundo tempo, após erro na saída de bola palmeirense.

Arrascaeta vive imbróglio no Flamengo, Palmeiras aumenta oferta por atacante… O Dia do Mercado

Com esse resultado, o Tricolor continua na liderança do Grupo B, com 19 pontos, enquanto o Verdão é o segundo colocado do Grupo C, com oito pontos conquistados durante a campanha. Agora, o clube do Morumbi enfrenta o Sporting Cristal (PER), na próxima terça-feira (20), às 21h30, no Peru. Já o Palmeiras pega o Botafogo no domingo (20), fora de casa, às 20h, pelo estadual.

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DO CAMPEONATO PAULISTA DE 2021

Jogo começa equilibrado e Luciano perde boa chance
O primeiro tempo iniciou com as equipes se estudando bastante no gramado do Allianz Parque. A primeira chance aconteceu aos quatro minutos, quando Pablo cabeceou para fora. Dois minutos depois, Victor Luís bateu falta de longe e a bola passou por cima do gol.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Com nove minutos, o São Paulo perdeu uma chance clara. Daniel Alves recebeu de Igor Gomes na linha de fundo e cruzou na medida para Luciano. O atacante cabeceou firme buscando o canto, mas a bola passou ao lado do gol palmeirense.

Situações de gol ficam escassas
Depois do susto, o Palmeiras controlou mais a partida, mas não conseguia levar perigo ao gol do Tiago Volpi, muito por conta da marcação pressão da equipe de Hernán Crespo , que tentava recuperar a bola. Em uma dessas roubadas, Luciano arriscou de fora, mas a bola explodiu em Kuscevic.

Já aos 23, o Verdão tentou um ataque mais perigoso. Vinicius Silvestre lançou Luiz Adriano no ataque, e o atacante fez o pivô para Felipe Melo, que abriu para WIllian na direita. O atacante cortou para a esquerda, mas foi bloqueado na hora do chute.

São Paulo pressiona e Vinicius Silvestre aparece
O Palmeiras continuava com dificuldades na armação e por isso, o São Paulo aproveitava e criava as melhores chances do Choque-Rei. Aos 31 minutos, Igor Gomes recebeu na direita, na beirada da área, e cruzou à meia altura. A bola passou por Pablo e Reinaldo e foi pela linha de fundo, levando perigo.

Dois minutos depois, o primeiro chute que acertou o gol na primeira etapa. E foi do São Paulo. Rodrigo Nestor apareceu na sobra de um cruzamento, finalizou de primeira, mas Vinicius Silvestre caiu bem para segurar o chute do jovem volante são-paulino.

Final de primeiro tempo sem muitas emoções no Allianz Parque.

Segundo tempo começa e Volpi salva o São Paulo
O começo do segundo tempo foi bom para o Palmeiras, que conseguiu imprimir mais ritmo de jogo e levo perigo ao gol do São Paulo. Logo aos dois minutos, Vinicius Silvestre fez a ligação direta, Bruno Alves deu uma casquinha para trás, Willian dominou no peito e chuto de direita por cima.

A melhor chance do Palmeiras até o momento aconteceu com dez minutos da segunda etapa. Scarpa tabelou com Mayke no meio-campo e encheu o pé de fora da área. Volpi se esticou todo para espalmar no ângulo, fazendo uma linda defesa e salvando o clube do Morumbi.

Palmeiras erra na saída de bola e Pablo abre o placar para o Tricolor
O São Paulo apostava na marcação pressão em cima da defesa do Verdão, que demonstrava insegurança nas jogadas. Na sexta roubada do Tricolor, a equipe de Crespo conseguiu chegar ao gol.

Vinicius Silvestre saiu jogando com Scarpa na esquerda, mas o meia não percebeu a chegada de Daniel Alves e perdeu a bola. Com a defesa aberta, o ala cruzou na medida para Pablo desviar sem chances de defesa, no contrapé do goleiro palmeirense e estufar a rede.

São Paulo se empolga e quase marca o segundo
Com o gol feito, o São Paulo cresceu na partida. Com 22 minutos, Daniel Alves deu um belo passe, sem olhar, para Luciano na grande área. O atacante dominou, cruzou rasteiro, mas Mayke conseguiu afastar. A pressão do Tricolor só aumentava.

Um minuto depois, Léo tabelou com Pablo na área e cruzou buscando Luciano. O atacante ia chegando para finalizar, mas Empereur apareceu para tirar o perigo. A bola ainda passou por cima do gol de Vinicius Silvestre, dando um susto na torcida palmeirense.

Palmeiras substitui e leva perigo com reservas; Reinaldo quase amplia
Atrás do placar, o técnico Abel Ferreira colocou Patrick de Paula e Wesley buscando o empate. A dupla quase marcou na primeira jogada deles. O atacante fez boa jogada individual pela esquerda, cortou para trás e tocou para o volante se infiltrando na área. Patrick tentou o domínio de direita, mas deixou escapar.

Logo depois, com 34, foi a vez do Tricolor assustar. Eder recebeu a bola na linha de fundo pela direita e cruzou rasteiro. Reinaldo chegou batendo de primeira da entrada da área, e a bola passou perto do travessão do Palmeiras. Aos 44 minutos, Vitor Bueno tentou cruzar e quase marcou.

Kuscevic quase empata no último lance
Aos 50 minutos, o Palmeiras tentou o último suspiro na partida. Garcia fez boa jogada pela direita, recebeu de volta de Rafael Elias e cruzou na área. A bola sobrou para Kuscevic, que chutou rasteiro cruzado. A bola passou perto do gol de Volpi.

Fim de jogo, fim de tabu de onze anos e vitória do Tricolor no Allianz Parque.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 SÃO PAULO
Data:
16 de Abril de 2021
Horário: 22h (horário de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa e Alex Ang Ribeiro
VAR: Vinicius Furlan, Fabricio Porfirio de Moura e Marcelo Rogério
Cartões Amarelos: Felipe Melo, Fabinho (Palmeiras), Rodrigo Nestor (São Paulo)
Gols: 0x1 Pablo (16’02ºT)

PALMEIRAS: Vinicius; Danilo Barbosa, Kuscevic, Empereur; Mayke (Gustavo Garcia, aos 25’2ºT), Felipe Melo (Patrick de Paula, aos 25’2ºT), Zé Rafael, Victor Luis, Gustavo Scarpa (Fabinho, aos 25’2ºT); Luiz Adriano (Wesley, aos 30’2ºT) e Willian (Rafael Elias, aos 30’2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

SÃO PAULO: Volpi, Arboleda, Bruno Alves e Léo; Reinaldo, Luan, Rodrigo Nestor (Liziero, aos 39’2ºT), Igor Gomes (Eder, aos 24’2ºT) e Daniel Alves; Luciano (Benítez, aos 39’2ºT) e Pablo (Vitor Bueno, aos 33’2ºT). Técnico: Hernán Crespo.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS