ISTOÉ Gente

Pabllo Vittar sobre Marília Mendonça: “Acha engraçado fazer piada transfóbica”

Crédito: Reprodução Instagram

Após o polêmico comentário de Marília Mendonça que suou como transfóbico durante sua live realizada no último final de semana, a cantora Pabllo Vittar se manifestou em seu perfil no Twitter na manhã desta segunda-feira (10) e lamentou a atitude preconceituosa da sertaneja.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

“O ano é 2020 e ainda tem gente que acha engraçado fazer piada transfóbica”, disparou Pabllo no micro blog.

Vale ressaltar que após ver a repercussão que sua fala deu na web, Mendonça pediu desculpas publicamente: ““Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. não me justificarei”.

Veja o post de Pabllo Vittar no Twitter:

View this post on Instagram

@pabllovittar também se pronunciou sobre o caso de transfobia da @mariliamendoncacantora. Para entender, volte 9 posts.

A post shared by GOSSIP DO DIA (@gossipdodia) on

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea