Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Na segunda-feira (13), o Corpo de Bombeiros encontrou o corpo da jovem Yasmin Cavaleiro de Macêdo, de 21 anos, após um passeio de lancha no rio Maguari, em Belém (PA). Segundo a Polícia Civil, a morte será investigada como homicídio. As informações são do UOL.

O caso era investigado pela Delegacia de Polícia Fluvial e tratado como um acidente. Agora, a ocorrência vai ser apurada pela Delegacia de Homicídios. A causa da morte ainda não foi desvendada.

O advogado Afonso Silva, que representa a família da jovem, disse que as declarações dadas pelas pessoas que estavam na lancha são contraditórias. “Uma delas deu três versões para o que aconteceu. Primeiro, disse que Yasmin teria ido na água urinar, depois que ela estava se segurando na proteção do barco e caiu. Por fim, disse que não a viram cair e que só deram falta dela depois. Outras pessoas ainda disseram que ela tinha bebido.”

Contudo, Afonso refuta todas as hipóteses apresentadas pelas testemunhas. “Inclusive recebemos vídeos de seguidores dela, de momentos antes do fato, em que dá para perceber que ela não está alcoolizada. Ela aparece mexendo no celular. Como ela iria pular se ela nem sabia nadar?”, questionou.

Ele ainda solicitou à polícia que fosse feito o exame de alcoolemia e o toxicológico durante a autópsia do corpo da vítima.