Brasil

PA: Homem que jogou cachorro por cima do muro é identificado pela polícia

Crédito: Reprodução redes sociais

Maus-tratos (Crédito: Reprodução redes sociais)

Um vídeo compartilhado no último domingo (24) ganhou repercussão nas redes sociais. Nas imagens, um homem arremessa um cachorro por cima do muro na cidade de Placas, no Pará. Após o ocorrido, as polícias civil e militar fizeram uma operação conjunta e conseguiram identificar o agressor: Rafael Lambert Cavalheri, de 30 anos.

O incidente aconteceu no último dia 22 de maio durante um churrasco. Um dos presentes no encontro foi quem filmou a ação de Rafael.

O animal foi jogado e caiu de uma altura de aproximadamente quatro metros. Depois que Rafael joga o cão para o outro lado é possível ouvir pessoas rindo da atitude do agressor.

Identificado, Rafael foi preso e confessou ter jogado o cachorro pelo muro. Além de Lambert, outras pessoas que estavam na confraternização também vão responder por omissão. Após prestar esclarecimentos, o agressor foi liberado, conforme G1.

O cachorro foi encontrado sem lesões e está sob cuidados de um médico veterinário.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ 7 cidades na Europa que te pagam para morar lá

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Vídeo do TikTok com mulher sendo empurrada de ônibus viraliza; veja

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar