Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O contrato do ouro fechou em baixa no mercado futuro nesta quarta-feira, 29. A alta nos juros da ponta longa dos Treasuries pressiona os ativos, enquanto investidores monitoram o noticiário sobre a cepa Ômicron do coronavírus.

+ Muitas especulações e poucas certezas sobre a variante ômicron
+ Empresa italiana prepara teste de vacina contra variante Ômicron
+ Veja o que se sabe sobre a variante ômicron do coronavírus

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro caiu 0,28%, a US$ 1.805,80 por onça-troy.

Os juros mais longos dos Treasuries operam em alta nesta sessão. À medida que os rendimentos de tais títulos aumentam, sobe o custo de oportunidade para que os investidores mantenham ativos que não pagam retorno, como o ouro.

No radar das mesas de operação, também estão as notícias sobre a covid-19. Nos Estados Unidos, o número de casos da doença subiu 60% em comparação à semana anterior, informou a Casa Branca. O país e a França registram recordes diários de casos desde o início da pandemia. Já o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse que a circulação simultânea das cepas Ômicron e Delta do coronavírus pode gerar um “tsunami” de casos e hospitalizações da covid-19.

*Com informações da Dow Jones Newswires.