Economia

Ouro fecha em leve alta, com dólar fraco e aumento da tensão entre EUA e China

Os contratos futuros do ouro fecharam o pregão desta quarta-feira, 15, em leve alta, próximos da estabilidade, em meio ao aumento das tensões entre os Estados Unidos e a China e apoiados pela fraqueza do dólar.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para agosto subiu 0,02%, a US$ 1.813,8 a onça-troy.

“O ouro recebeu apoio de um dólar mais fraco”, afirma o analista de metais preciosos Carsten Fritsch, do banco alemão Commerzbank. A moeda dos EUA recua hoje em relação a outras divisas fortes, diante do otimismo no mercado com avanços em potenciais vacinas para a covid-19, o que torna o metal preciso mais atraente para detentores de outras moedas.

No entanto, apesar do cenário mais favorável ao risco, “é provável que a recuperação econômica seja lenta”, avalia Fritsch, ao comentar sobre o aumento dos casos de coronavírus em Estados americanos. Para o profissional, isso deve levar o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) a injetar mais liquidez no mercado, o que favoreceria o ouro.

“O ouro também encontra apoio nas tensões geopolíticas que continuam fervendo”, afirma o profissional do banco alemão. O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, anunciou hoje sanções contra funcionários de empresas da China, como a gigante tecnológica Huawei.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Ontem, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou uma legislação que pede sanções a autoridades chinesas envolvidas na aplicação da nova lei de segurança nacional em Hong Kong. O líder da Casa Branca também baixou um decreto para suspender o status especial que Washington concedia à ex-colônia britânica no comércio.

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

mercado de ouro