Economia

Ouro fecha em alta com covid-19, dólar fraco e negociações por pacote nos EUA

O ouro fechou em alta nesta terça-feira, 20, com incertezas no radar, e especial atenção às tratativas por um novo pacote fiscal nos Estados Unidos. A apreensão trazida pelo avanço da covid-19 na Europa tende a levar a uma maior procura do metal, e o dólar fraco é outro fator que impulsiona positivamente o ativo. Mas há outros sinais na demanda contendo o avanço do preço.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro subiu 0,19%, a US$ 1.915,4 por onça-troy.

“O mercado sem dúvida acompanhará de muito perto as negociações em Washington”, avalia o Commerzbank. “O ouro poderia lucrar no caso de um acordo porque o dólar americano provavelmente teria menos demanda, e se depreciaria”, projeta o banco alemão. Às 14h50, o dólar se desvalorizava perante a maioria das moedas, e o DXY, que marca a moeda americana frente a outras seis divisas de economias desenvolvidas, recuava 0,43%, a 93,427 pontos.

No cenário de incerteza sobre a pandemia, aumentou a demanda pelo ouro, ativo que tradicionalmente tende a servir de refúgio para investidores. Países como a Itália seguem registrando altas relevantes no número de casos e discutindo novas medidas de isolamento. Ontem, a Irlanda adotou um lockdown por seis semanas.

Por outro lado, “como esperávamos, a demanda por ouro na Ásia foi muito baixa em setembro”, aponta o Commerzbank como contenção na procura, e cita a baixa exportação da Suíça para Índia e China como exemplo. “Em outras palavras, o preço do ouro continua sem encontrar suporte deste lado”, concluiu, em referência ao mercado asiático.

Chefe de pesquisa do Julius Baer, Carsten Menke diz que o banco suíço mantém “visões neutras” sobre o ouro e prata. “Apesar dos temores de pandemia renovados em meio a infecções por coronavírus em rápido aumento em muitas partes do mundo, o ouro e a prata permaneceram na mesma faixa nos últimos tempos.”

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

mercado de ouro