Economia

Ouro fecha dia em queda, mas avança na semana e oscila dentro de uma faixa

O ouro fechou em território negativo nesta sexta-feira, 18, mas avançou na comparação semanal. Segundo analistas, o metal oscila dentro de uma faixa, à espera de novidades na postura do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Nesta sexta-feira, mesmo o dólar mais fraco não foi suficiente para garantir mais fôlego ao metal precioso.

O ouro para dezembro fechou em baixa de 0,28%, em US$ 1.494,10 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). Na comparação semanal, o ouro avançou 0,36%.

Analista sênior da Oanda, Edward Moya afirma que as tensões comerciais têm apoiado o ouro. Por outro lado, porém, não está claro quanto o Fed pode relaxar mais sua política monetária, o que segundo Moya deixa o contrato preso dentro de uma faixa entre US$ 1.470 e US$ 1.530 a onça-troy, onde deve seguir até a reunião de 30 de outubro do banco central dos Estados Unidos.

Para o Commerzbank, nesta sexta-feira o ouro ficou pressionado por causa das notícias de avanços para um acordo no Brexit. Há, porém, dificuldades de que o Parlamento do Reino Unido aprove um acordo, o que poderia levar a um novo adiamento no prazo para a saída do país da União Europeia.

* Com informações da Dow Jones Newswires

Tópicos

mercado de ouro