Economia

Ouro fecha com leve perda, em sessão de agenda macroeconômica esvaziada


O contrato futuro de ouro fechou em leve baixa nesta segunda-feira, em sessão de agenda macroeconômica esvaziada. Investidores aguardam novos sinais de inflação e política monetária para adotar posições no mercado do metal precioso, após ganhos recentes.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro encerrou em queda de 0,15%, a US$ 1.765,70 a onça-troy.

Depois de uma semana de alta, a commodity metálica deu prosseguimento à tendência de desvalorização iniciada na última sexta-feira, diante da melhora no sentimento de risco nos mercados financeiros. Por ser considerado um ativo seguro, o ouro tende a se prejudicar quando há uma busca por risco entre operadores.

“Os mercados de ações em ambos os lados do Atlântico estavam firmes, o que indica um aumento do apetite pelo risco entre os participantes do mercado”, explica o Commerzbank.

O banco acrescenta que o bitcoin tem sido um dos principais rivais do metal precioso. Com a criptomoeda próxima do recorde histórico nos últimos dias, investidores tem sacrificado posições no mercado da commodity.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua



Tópicos

mercado de ouro