Brasil

Maroni critica Bolsonaro sobre saída da F1 de São Paulo

Crédito: Reprodução/ TV Record

Oscar Maroni, dono do Bahamas Hotel Club, antigo aliado de Jair Bolsonaro, criticou a disposição do presidente de tirar o Grande Prêmio de Fórmula 1 de São Paulo para levar ao Rio de Janeiro. Em entrevista ao site Olhar Olímpico, ele promete oferecer cervejada caso o GP fique na capital paulista.

O empresário chegou a ficar incomodado com a decisão de Bolsonaro, já que a conhecida casa noturna do qual é dono, atrai muitos clientes durante a prova automobilística. “Bolsonaro, vocês estão mexendo na minha carteira. “Presidente, com todo respeito, você faz uma puta de uma burrice. Você está se queimando, Bolsonaro. Doria, você tá ganhando voto”, disse Maroni.

O empresário ainda disse que também oferece bebidas caso o secretário Gilberto Kassab seja preso. O motivo é que quando ele era prefeito embargou a construção de um hotel “seis estrelas” que ele pretendia abrir ao lado de seu clube mais famoso.

Em 2018, ele ofereceu bebidas na porta de sua casa noturna depois que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) foi preso.

+ Rafa Kalimann posa nua em sacada de hotel, veja fotos