Comportamento

Os dramas de Bianca

Seis anos depois de quase morrer no parto, pastora enfrenta o horror da pedofilia tendo como algoz o marido e o próprio filho como vítima

Crédito: Lia de Paula

PESADELO Bianca Toledo após se recuperar dos meses em coma (Crédito: Lia de Paula)

Acima, no casamento dos sonhos com Heiderich: casal modelo era uma farsa
Acima, no casamento dos sonhos com Heiderich: casal modelo era uma farsa

Grávida do primeiro filho, ela quase morreu ao ter o intestino rompido, sofrer infecção generalizada e ficar cinco meses em coma. A situação foi tão grave que a mãe só pôde pegar seu bebê nos braços mais de seis meses depois de ele ter nascido. Ainda convalescente, no hospital, soube que seu marido queria se separar. Mas o cenário de turbulência foi dissipado anos depois, com a chegada de um novo companheiro, que professava a mesma fé que ela – era pastor evangélico. Para celebrar tanta alegria e exorcizar as velhas tristezas, o casal organizou um casamento de conto de fadas, cujo protagonista era o filho dela, na época com pouco mais de dois anos. Era a união dos sonhos: eles eram jovens, lindos, religiosos e cheios de boas intenções. Um exemplo para toda a comunidade, exibido em redes sociais e nos sites de ambos. Hoje, o mesmo casal de pastores protestantes continua em destaque, mas no noticiário policial: o padrasto está sendo acusado de abusar sexualmente de seu enteado de apenas 5 anos. E a vida de Bianca Toledo, 37 anos, a linda mulher de semblante plácido cujas fotos ilustram esta reportagem, volta a se inundar de drama, com tintas ainda mais carregadas.

“O que existe é criminoso, bandido, pedófilo que se valeu da vida sacerdotal para se aproximar de maneira fácil de uma criança para poder abusar” - Magno Malta, senador (PR-ES)
“O que existe é criminoso, bandido, pedófilo que se valeu da vida sacerdotal para se aproximar de maneira fácil de uma criança para poder abusar” – Magno Malta, senador (PR-ES)

Em um vídeo que contabilizou seis milhões de visualizações em menos de 24 horas na última semana, a pastora da igreja batista Bianca Toledo expôs o que classificou como “os piores dias” de sua vida. Com voz baixa e aparência muito abatida, a mulher que já enfrentou a morte há seis anos conta a tragédia que agora se abate sobre ela. Há cerca de um mês, Bianca descobriu que o então marido e também pastor, Felipe Heiderich, 35 anos, abusara sexualmente do garoto. Ela relatou que, seis meses após o matrimônio, realizado em outubro de 2013, o marido passou a se recusar a ter relações sexuais sob a alegação de uma suspeita de tumor na hipófise, o que ela considerou estranho. Mais tarde, uma babá a alertou que muitas vezes o menino era encontrado sem as fraldas no quarto e que o padrasto entrava no cômodo da criança sorrateiramente, durante a noite. Preocupada, a pastora resolveu conversar com o filho, que chamava Heiderich de pai. Segundo o relato de Bianca, os abusos aconteciam durante o banho ou nas noites em que ela viajava – nessas ocasiões, a criança dormia junto do padrasto, pois ele dispensava as babás. Ao levar o menino a um terapeuta, ele teria dito ao especialista que “tinha muitos segredos a contar”, todos gravados e entregues à polícia.

2431-COMPORTAMENTO-PASTORA-04
Fonte: Presidência da República, Casa Civil, Subchefia para Assuntos Jurídicos;

Ao postar o vídeo prestando esclarecimentos, a pastora se dirige aos quase 4 milhões de seguidores do casal, fieis que os consideravam uma referência de amor e felicidade conjugal e que ouviam os conselhos dados por ambos como se fossem cartilhas sobre como manter um bom relacionamento. No entanto, como a própria Bianca afirma agora, era tudo uma fraude. No dia 13 de junho, ela confrontou o marido e saiu de casa, um condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes (RJ), levando o filho para um hotel. Heiderich tentou o suicídio nesta noite, segundo a pastora.

O pastor está preso no cárcere de Bangu, no Rio de Janeiro, desde terça-feira 5. Bianca também pediu a anulação de seu casamento, porque o marido teria confirmado “que tinha um quadro de homossexualidade latente no tempo vigente” da união. Ao pedir a prisão preventiva do pastor, a delegada Cristiana Bento da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV ) afirmou haver “alto grau de perversão” em seus atos, e que é o crime é “gravíssimo, inclusive considerado hediondo”. Na noite da quinta-feira 7,  o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou Heiderich à Justiça por estupro de vulnerável para a vara criminal. De acordo com a denúncia, “o acusado praticou diversos atos libidinosos com uma criança de 5 anos”, prática que, ainda segundo o documento, “ocorreu até o dia 11 de junho deste ano”. O advogado de defesa de Heiderich, Leandro Meuser, classificou de “inteiramente falsas” as acusações e entrou com um pedido de habeas corpus, negado pela desembargadora Maria Sandra Kayat. O caso de enorme repercussão chegou ao Senado Federal, onde o senador Magno Malta (PR-ES) declarou, no plenário. “O que existe é criminoso, bandido, pedófilo que se valeu da vida sacerdotal para se aproximar de maneira fácil de uma criança para poder abusar.”

Enquanto isso, a família do ex-marido de Bianca e pai da criança assiste indignada à tragédia que se abateu sobre eles. Eles afirmam que, durante o casamento da pastora e Heiderich, o menino chegou a ser proibido de encontrar o pai. “A gente não tinha mais contato porque o padrasto era muito complicado. O pai verdadeiro era barrado na portaria e a gente passou a ter que encontrar ele somente com a babá”, disse o tio paterno, Junior Pimentel. O pai, o empresário Renato Pimentel, limitou-se a dizer que está com todos os esforços voltados para o bem-estar do filho. Devastada, Bianca Toledo citou o livro Apocalipse: “agora digo que provei a dor dos últimos dias.”

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ A Fazenda: influenciadora digital Marina Ferrari é confirma na lista de participantes

+ Filhos de Luciano Huck esquecem o texto em homenagem ao pai

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?