Esportes

‘Os clubes têm chance de se envolver mais ao discutir suas transmissões’, diz CEO do Google Brasil

Em webinar promovido pela Academia LANCE!, Fábio Coelho vê com bons olhos iniciativas como a do Flamengo e ressalta que plataformas não concorrem com TV 

‘Os clubes têm chance de se envolver mais ao discutir suas transmissões’, diz CEO do Google Brasil

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O vice-presidente do Google Inc. e CEO do Google Brasil, Fábio Coelho, destacou a conduta do Flamengo na reta final do Campeonato Carioca como uma boa perspectiva para que os clubes brasileiros avancem tecnologicamente. Em webinar promovido pela Academia LANCE! nesta quinta-feira, o executivo destacou.

– Aplaudo a iniciativa do Flamengo. Foi um bom caminho para mostrar como os clubes podem evoluir futuramente em relação às suas transmissões. Em vez de depender do detentor de direitos de imagem, o clube se envolve com maior profundidade neste cenário. Quero esclarecer que este comentário não deprecia o modelo da TV aberta. O modelo da Globo funciona, tem TV aberta, outros jogos… Dá para fazer diversas coisas. É um aprendizado sobre como a modernização é saudável para o ambiente esportivo – declarou.

Aos seus olhos, tanto clubes quanto emissoras têm de ficar atentos a um novo modelo de mercado.

– O modelo de modernização é saudável para o ambiente esportivo. E ficará mais claro quando começarem a entender que empresas como Amazon, Facebook, não brigam diretamente com TV aberta – apontou.

O editor e fundador do LANCE!, Walter de Mattos Junior, destacou outros aspectos nos quais os clubes podem investir.

– Assim como há oportunidades no varejo, as plataformas digitais e tecnologias de dados dão possibilidade de promover uma venda maior de produtos e aumentar o retorno econômico. Estamos muito voltados nas transmissões ao vivo – disse.

Também presente no webinar, o advogado e coordenador acadêmico do programa FGV/FIFA/CIES em Gestão de Esporte, Pedro Trengrouse, ressaltou.

– Temos exemplos pelo mundo de que jogadores, nas redes sociais, têm mais seguidores que os clubes. Foi o caso do Cristiano Ronaldo. A sensação é que os clubes prestam muita atenção no conteúdo ao vivo e deixam de prestar atenção em conteúdos nos quais podem crescer – declarou.

Fábio Coelho é crítico em relação ao planejamento das mídias dos clubes brasileiros.

– Na sua maioria, os clubes não têm trabalhado na sua melhor forma. Quem sabe neste modelo de tomar as rédeas da situação, os clubes comecem a ver um cenário melhor. Se os clubes não tomar a iniciativa, realmente ficará muito complicado – declarou.

Sobre a Academia LANCE!

A Academia LANCE! ministrará uma série de webinars com convidados importantes para debater assuntos atuais envolvendo esporte, marketing, finanças e negócios. Confira a agenda dos próximos seminários:

18/08 – Pedro Paulo, deputado federal, e Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol
01/09 – Guilherme Ribenboim, vice-presidente global de operações do Twitter

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea