Em Cartaz

Os clássicos do Belas Artes na sua casa

Crédito: Divulgação

Quem mora em São Paulo e frequenta o cine Belas Artes conhece bem a sua programação: filmes de arte, cults, clássicos e longas aclamados pela crítica. Os cinéfilos sabem que em suas pequenas salas não serão exibidos blockbusters nem filmes de super-heróis, mas produções que se costumava chamar de “filmes-cabeça”. O cinema passou por altos e baixos ao longo de seus 53 anos, mas hoje conta com a cerveja Petra como patrocinadora. A parceria rendeu um novo nome, “Petra Belas Artes”, e também outra novidade: a criação da plataforma de streaming “Belas Artes à La Carte”. A assinatura mensal custa R$ 10,90, mas o serviço, graças à quarentena, é grátis para quem se inscrever até 15 de abril. Vale muito a pena porque traz clássicos que não se encontram facilmente por aí, como “O Gabinete do Dr. Caligari” (foto), produzido em 1920, pioneiro do expressionismo alemão e considerado o primeiro filme de terror da história, e “Solaris”, inesquecível ficção científica do russo Andrei Tarkovsky, entre outros. Há ainda clássicos da Nouvelle Vague, como “Uma Mulher é uma Mulher”, de Jean-Luc Godard, surrealistas como “O Anjo Exterminador”, de Luis Buñuel, e belos dramas como “Morte em Veneza”, de Luchino Visconti. Entre as produções mais recentes, o destaque vai para “A Espuma dos Dias” (2013), do francês Michel Gondry, e“Sr. Kaplan” (2015), do uruguaio Álvaro Brecher. A longa lista de “filmes-cabeça” é uma ótima oportunidade para quem deseja se divertir e ver bons filmes.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel