Cultura

Orlando Bloom faz tatuagem para homenagear seu cachorro que morreu

Na madrugada desta quarta-feira, 22, o ator Orlando Bloom emocionou seus seguidores com o desabafo e homenagem feita ao seu cachorro Mighty. Segundo sua publicação no Instagram, o animalzinho, que estava desaparecido há sete dias, foi encontrado sem vida.

Para eternizar seu amor por Mighty, o noivo de Katy Perry tatuou o nome do cachorro em seu peito. “Mighty está do outro lado agora. Após sete dias de buscas, do nascer ao pôr do sol e até altas horas, hoje, no sétimo dia, encontramos a coleirinha dele. Chorei mais esta semana do que pensei ser possível, o que tem sido uma catarse e uma cura muito grande.”

“Ele era mais que um companheiro. Era uma conexão de alma. Eu sinto muito. Eu te amo. Obrigado. Descanse em paz, meu amiguinho de coração selvagem”, compartilhou. Orlando ainda agradeceu a toda comunidade que o apoiou na busca pelo animal. “Foi reconfortante ver as melhores pessoas, mesmo nos piores momentos.”

Com Bloom desde 2017, cãozinho era bastante presente em suas redes sociais. Mighty acompanhou o ator em diversos passeios, viagens, desfiles de moda e até capas de revistas. Em fevereiro, o animal de estimação esteve na semana de moda de Milão.

Clique aqui

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel