Esportes

Organizadas do Flamengo se manifestam contra cobrança em transmissão

Flamengo cobrará R$ 10 para não-sócios para exibir a partida contra o Volta Redonda, pela semifinal da Taça Rio, neste domingo 

Organizadas do Flamengo se manifestam contra cobrança em transmissão

Os torcedores do Flamengo não aprovaram a decisão da diretoria em cobrar R$ 10 para os não-sócios para a exibição da partida contra o Volta Redonda, neste domingo, às 16h (de Brasília), pela semifinal da Taça Rio. Após a sede da Gávea amanhecer neste sábado com o muro pichado, foi a vez das organizadas se manifestarem nas redes sociais contra a cobrança.

Em nota assinada pelas torcidas organizadas Raça Rubro-Negra, Fla Manguaça, Império Rubro-Negro e Nação 12, foram questionadas as recentes atitudes da diretoria do clube em defender os interesses somente dos sócios e a tentativa de restringir os torcedores populares de assistirem aos jogos. As organizadas ressaltaram que o Flamengo é o “clube do povo” e cobraram mais respeito.

– Os atuais gestores apunhalam pelas costas seus próprios torcedores. Não discutiremos a necessidade ou não de cobrança, mas o momento em que foi feita. De acordo com nosso entendimento, limitar, restringir e condicionar são atitudes arriscadas quando se fala de Flamengo, afinal, somos o clube de todos. Assim, os que estão no poder têm a obrigação de tornar democrático o acesso às atividades do clube; jamais se posicionar como se nossa torcida se resumisse a sócio-torcedores, número inexpressivo quando comparado aos 40 milhões – diz um trecho da nota.

O Flamengo enfrenta o Volta Redonda, neste domingo, às 16h, no Maracanã, pela semifinal da Taça Rio. Vale lembrar que em caso de conquista do turno, o Rubro-Negro conquista o título carioca, já que venceu a Taça Guanabara e foi o primeiro colocado na classificação geral. O jogo terá transmissão através da plataforma MyCujoo, mediante ao pagamento de R$ 10 (para não sócios-torcedores).

Confira a nota completa abaixo:

“38 anos depois, voltamos ao lugar que se tornou nossa obsessão: o topo da América. Além disso, campeões do brasileiro, do carioca, da supercopa, da recopa… Finalmente, passados anos de sofrimento, com times tecnicamente desqualificados e seguidas decepções, voltamos a sorrir e festejar um Flamengo vitorioso. Porém, infelizmente, o que nos traz aqui, neste momento, muito diferente das recentes alegrias, causa grande tristeza aos 40 milhões de rubro-negros espalhados pelo mundo.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Como é de conhecimento geral, a atual diretoria do Clube de Regatas do Flamengo, em uma decisão descabida, informou que o acesso à transmissão com imagens da semifinal da Taça Rio não será gratuito. Os torcedores que não são sócios, caso queiram assistir ao jogo com imagens, terão que pagar 10 reais – valor unitário para uma semifinal de Taça Rio, contra o Volta Redonda. É o que nos traz a público.

Diante deste cenário, por ser tão grave e preocupante o desrespeito da diretoria com o torcedor rubro-negro, tornou-se necessário um posicionamento oficial das torcidas organizadas signatárias. Inicialmente, é importante lembrar que, estejamos ou não em “outro patamar”, nossas raízes são, sim, populares. Aquele que nega ou tenta desconstruir de qualquer maneira os laços do Flamengo com o povo, mostra ser grande desconhecedor da história do clube. Nos parece óbvio, contudo, algumas pessoas insistem em negligenciar a história, e é por isso que estamos aqui. Muito além de festas nas arquibancadas e apoio incondicional, nossa essência nos atribui o papel de guardiões das mais importantes expressões do Flamengo: seu povo, suas raízes e sua história.

Não é nossa intenção redigir uma nota que não corresponda com fatos. Por isso, sabemos, também, que o custo de manutenção de um futebol forte, competitivo e campeão é alto. Apesar disso, somos intransigentes ao dizer, de maneira simples, que não é só a torcida que deve “pagar a conta”. Uma revolução demanda esforços. Nesse momento de ruptura com os antigos costumes, a torcida assumiu um papel de destaque e defendeu os interesses do clube, sendo compreensiva e solidária às decisões tomadas pela diretoria. Em uma verdadeira disputa com os meios de comunicação, por exemplo, o apoio massivo da NAÇÃO RUBRO-NEGRA foi imprescindível para que alcançássemos os objetivos de interesse do clube.

Não obstante, na segunda oportunidade, literalmente, os atuais gestores apunhalam pelas costas seus próprios torcedores. Não discutiremos a necessidade ou não de cobrança, mas o momento em que foi feita. De acordo com nosso entendimento, limitar, restringir e condicionar são atitudes arriscadas quando se fala de Flamengo, afinal, como dito anteriormente, somos o clube de todos. Assim, os que estão no poder têm a obrigação de tornar democrático o acesso às atividades do clube; jamais se posicionar como se nossa torcida se resumisse a sócio-torcedores, número inexpressivo quando comparado aos 40 milhões.

Ante todo o exposto, em defesa do caráter popular do Clube de Regatas do Flamengo e, principalmente, dos torcedores rubro-negros, as torcidas organizadas signatárias repudiam veementemente a atitude tomada pela diretoria. Através desta publicação, exigimos que sejam revistas, essa e quaisquer outras, medidas que coloquem em risco a manutenção dos traços populares e democráticos da maior torcida do mundo, visto que fomos, somos e sempre seremos, o clube de todos. Ademais, continuaremos vigilantes e prontos para defender o clube de qualquer tentativa de negativa a sua própria história.

GRÊMIO RECREATIVO MOVIMENTO CULTURAL RAÇA RUBRO-NEGRA
TORCIDA FLA MANGUAÇA
IMPÉRIO RUBRO-NEGRO
NAÇÃO 12”

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?