Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Há seis anos, após visita à página de um conhecido no Facebook, Benny Cohen, Editor de Mídias Convergentes do Portal UAI, do jornal Estado de Minas – grupo Diários Associados – se espantou com a quantidade de acessos e de seguidores, afinal, não se tratava de uma personalidade pública ou de um jornalista de renome.

O perfil era de Ricardo Kertzman, à época empresário do ramo de cosméticos e perfumaria, que escrevia textos longos, indignados, e até certo modo agressivos contra maus políticos – sobretudo Lula e o PT -, ao mesmo tempo em que os alternava sobre vida, amigos, família e sua grande paixão, o Clube Atlético Mineiro.

Jornalista experiente e com faro de audiência, Benny convidou o autor para criar e hospedar um blog no Portal UAI, batizado de Opinião Sem Medo, que rapidamente se tornou um dos mais lidos da Casa. O que faltava a Ricardo, pouco a pouco foi ensinado e lapidado por Cohen, que lembra com carinho: ‘tive de ensinar a diferença entre por que e porquê, haha’.

Dois anos depois, por volta de 2018, Kertzman foi convidado a se tornar colunista do Estado de Minas digital. Mais uma vez, o sucesso chegou rápido e sua coluna se destacou entre as mais lidas do site. A maneira coloquial de abordar temas complexos atraía cada vez mais leitores, e o Opinião Sem Medo conquistou de vez seu espaço na mídia.

Em 2020, foi a vez da revista IstoÉ trazer o colunista para suas páginas eletrônicas. Bingo! Também por aqui, Ricardo Kertzman se tornou um dos primeiros colocados em audiência. Hoje, é também colunista da edição impressa da revista, dividindo espaço com Marco Antonio Villa, Mentor Neto e outros grandes nomes.

Mas a jornada não estava completa e, tudo indica, não está. A partir desta segunda-feira (4/7), a ‘Opinião Sem Medo’ de Kertzman terá espaço na Rádio Itatiaia, líder absoluta de audiência em Minas Gerais e uma das maiores do Brasil. Nosso colunista fará parte do quadro ‘Conversa de Redação’, que conta com a maior audiência do horário em BH.

Perguntado se basta, Ricardo disse: ‘quando o Benny me chamou para o UAI, imaginei que seria tudo. Daí, veio o Estado de Minas. Depois, o convite do Edson, aqui da IstoÉ. Sou extremamente grato a eles, ao Zeca, do EM, ao Caco, e a todos que me ajudaram nesse caminho. Nasci para a Comunicação e quero seguir adiante. A Itatiaia chega para me levar ainda mais longe’. Boa sorte, Kertzman!