As autoridades italianas anunciaram, nesta terça-feira (14), que realizaram buscas contra a ‘Ndrangheta, a máfia calabresa, em uma operação que tinha como alvo 142 pessoas pertencentes aos clãs históricos da cidade de Cosenza, envolvidos com o narcotráfico.

Um total de 109 pessoas foram presas ao término da operação realizada de madrugada por policiais e agentes especializados em crimes financeiros, sob a direção do Ministério Público antimáfia de Catanzaro, anunciou a polícia em um comunicado. São suspeitos de tráfico de drogas, associação mafiosa agravada, entre outros crimes, detalhou o comunicado.

O presos pertencem aos clãs “Lanzino-Patitucci” e “Zingari”.

Durante a operação, um funcionário da polícia aduaneira e financeira italiana também foi preso.

Vincenzo Capomolla, promotor de Catanzaro, declarou à imprensa que os grupos mafiosos estavam “asfixiando” os comerciantes e empresários de Cosenza extorquindo-os, embora sua principal atividade fosse o tráfico de drogas, para o qual utilizavam menores.

gab-ljm/jt/meb/mb/dd