Geral

Operação Dolos, da PF, combate facções criminosas em 12 Estados

A Polícia Federal (PF) deflagrou neste sábado, 20, a Operação Dolos para combater facções criminosas que atuavam em 12 Estados. Em um período aproximado de dois anos, a Federal identificou membros ligados a três organizações criminosas, dentre elas o Comando Vermelho, de abrangência nacional e com forte poder de atuação nos presídios de todo o País.

Os investigadores estimam que a movimentação financeira das facções, no período da apuração, tenha sido superior a R$ 9 milhões, entre depósitos e retiradas de valores, oriundos principalmente do tráfico internacional de drogas.

Em nota, a PF informou que está cumprindo 146 ordens judiciais expedidas pela Justiça Federal do Acre. Deste total, a Federal cumpre 53 mandados de prisões temporárias, 22 de prisões preventivas e 71 de busca e apreensões, algumas delas realizadas no interior de presídios do Acre.

A investigação foi conduzida pelo grupo de investigações da PF especializado no combate a organizações criminosas e ao tráfico de entorpecentes – e teve apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), força de operações da Polícia Militar do Rio, e do BOPE do Acre.

O nome da operação é inspirado no Deus Dolos e representa o engano, a fraude e a malícia. O nome buscou simbolizar o complexo sistema de lavagem de dinheiro operado pelas organizações criminosas investigadas, que possui uma rede de integrantes espalhada por todas as regiões do Brasil.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior