Mundo

OPAS quer que países da América Latina tenham vacina para COVID-19 subsidiada

OPAS quer que países da América Latina tenham vacina para COVID-19 subsidiada

(Arquivo) Dr. Carissa Etienne, diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) - AFP/Arquivos

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) busca que os países mais vulneráveis da América Latina possam ter acesso a uma vacina contra a COVID-19 de forma subsidiada, no momento em que a região concentra 60% dos novos casos.

“A OPAS está coordenando com outros parceiros para garantir que os países mais vulneráveis da região recebam a vacina contra a COVID-19 de forma subsidiada, com preços acessíveis”, declarou nesta terça-feira a diretora da OPAS, Carissa Etienne.

A América Latina e o Caribe somam 146.660 mortes, do total de 573.533 casos fatais de coronavírus no mundo, de acordo com um balanço realizado pela AFP com base em dados das autoridades nacionais e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Etienne indicou que, na última semana, a região registrou 60% dos novos casos de COVID-19, por isso pediu um trabalho conjunto para garantir as vacinas, assim que um fabricante com uma proposta bem-sucedida seja identificado.

“Isso permitirá que os países, independentemente de seu nível de renda, garantam melhores preços e corram menos riscos do que se negociassem individualmente”, acrescentou Etienne.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

A especialista alertou que os países devem se preparar agora para chegar até as populações vulneráveis.

“Caso contrário, pode levar anos para que as pessoas sejam vacinadas e não podemos arcar com esse atraso”, afirmou.

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?