Economia

Onyx, Tereza Cristina e Marcelo Álvaro Antônio são exonerados para votar reforma

Crédito: José Cruz/Agência Brasil

Os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, da Agricultura, Tereza Cristina, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foram exonerados nesta terça-feira, temporariamente, para que voltem à Câmara como deputados federais e possam reforçar o placar favorável à reforma da Previdência na votação do segundo turno, que deve começar nesta terça-feira.

Os decretos que formalizam a licença dos ministros estão em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) publicada nesta tarde. A mesma estratégia foi adotada pelos ministros no primeiro turno de votação da proposta. Depois de encerrados os trabalhos, os ministros devem retornar aos seus cargos no Executivo.

Mais cedo, em entrevista exclusiva ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, Onyx disse que também se licenciará para a votação do projeto de lei que trata da reestruturação e previdência dos militares. O PL deve ser pautado na Câmara assim que a reforma da Previdência for concluída na Casa.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+ KTM lança a nova e espetacular 1290 Super Adventure S
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Chef revela o segredo de como fazer ovos mexidos cremosos de hotel
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra!l
+ Boletim médico de apresentador da RedeTV! indica novo sangramento no cérebro
+ Yamaha se despede da SR 400 após 43 anos de produção