Mundo

ONU teme ‘crimes hediondos em massa’ em Mianmar

ONU teme ‘crimes hediondos em massa’ em Mianmar

(Arquivo) Manifestante pede liberdade da líder birmanesa deposta Aung San Suu Kyi, em protesto em 15 fev. 2021, diante da sede do Banco Central de Mianmar, em Yangon - AFP/Arquivos


A ONU declarou nesta sexta-feira que teme uma catástrofe de direitos humanos ainda maior em Mianmar, após relatos sobre milhares de soldados concentrados no norte daquele país, mergulhado no caos desde o golpe de fevereiro.

“Deveríamos estar preparados, como estão preparadas as pessoas nessa parte de Mianmar, para um número ainda maior de crimes hediondos em massa. Espero desesperadamente estar errado”, alertou o relator especial da ONU sobre aquele país, Tom Andrews.

“Essas táticas são uma lembrança assustadora daquelas usadas pelas Forças Armadas antes de seus ataques genocidas contra os rohingyas no estado de Rakhine, em 2016 e 2017”, assinalou Andrews, acrescentando que recebeu informações sobre um grande número de tropas que se deslocavam por áreas remotas do norte e noroeste de Mianmar.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais