Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

A Organização Mundial da Saúde (OMS) demonstrou confiança nas medidas que serão implementadas no Catar para controlar os riscos da pandemia de covid-19 durante a Copa do Mundo de Futebol, de 21 de novembro a 18 de dezembro.

Segundo o diretor-executivo da OMS, Michael Ryan, não há motivos para pensar que o riscos serão maiores durante o campeonato do que em outros grandes eventos celebrados nos últimos meses com total segurança.

“As movimentações maciças corretamente dirigidas e planejadas podem ocorrer com total segurança”, declarou Ryan na página do Facebook da OMS.

“Trabalhamos em estreita colaboração com as autoridades do Catar neste ponto e, se preciso, as aconselharemos sobre como organizar uma Copa do Mundo com segurança. As autoridades sanitárias catarianas se dedicaram muito à gestão dos riscos de saúde pública no contexto da Copa do Mundo”, afirmou.

No total, dois milhões de ingressos serão vendidos para o Mundial-2022, além de um milhão de entradas que a Fifa reservará a seus patrocinadores e para uso próprio.

A capital Doha, que conta com 2,4 bilhões de habitantes, se prepara para a chegada em massa de torcedores das 32 seleções participantes.