Agronegócio

OIC reduz projeção de superávit global para 1,85 milhão de sacas de café

Londres, 5 – A Organização Internacional do Café (OIC) reduziu ontem sua projeção de superávit global para a safra 2019/2020 para 1,85 milhão de sacas. Há um mês, a entidade que tem sede em Londres, estimava que o excesso de produção sobre o consumo seria de 1,95 milhão de sacas.

Apesar da diminuição, a OIC destacou que o superávit global pode chegar até 3,42 milhões de sacas no ciclo atual, dependendo do impacto da covid-19 sobre o setor.

A oferta da commodity para a safra 2019/2020 é projetada em 167,91 milhões de sacas, um pouco menor do que a colheita prevista em maio de 168,86 milhões de sacas. Na outra ponta, a Organização prevê o consumo de 166,06 milhões de sacas, o que seria um pequeno incremento de 0,5% em relação ao ciclo 2018/19.

“Embora vários países tenham começado a reabrir lentamente atividades não essenciais, prevê-se que o consumo de café fora de casa permaneça fraco por algum tempo”, considerou a Organização. “Além disso, a perda de empregos pode diminuir a demanda, principalmente para consumidores não habituais”, completou a entidade em seu relatório mensal.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior