Mundo

Objeto espacial pode estar investigando a Terra, dizem cientistas de Harvard

Crédito: Reprodução/CNN

Um objeto em formato de charuto encontrado em nosso sistema solar no ano passado pode ser uma nave alienígena enviada para investigar a Terra, de acordo com astrônomos de Harvard. As informações são da CNN.

Com o nome de Oumuamua, que significa “a mensagem que alcança o distante passado” no dialeto havaiano, o objeto foi descoberto em outubro de 2017 por um telescópio americano. Desde a descoberta, cientistas especulam e tentam descobrir o que seria o estranho objeto estelar, antes chamado de cometa e asteroide pelos especialistas.

Pesquisadores de Harvard, no entanto, levantaram a possibilidade de que o comprido objeto, que viaja a 196 mil milhas por hora, tenha uma origem artificial e que seja alienígena. A teoria se baseia na rápida aceleração do objeto em nosso sistema solar. Os cientistas ainda especulam que ele pode ter sido usado anteriormente para transporte de cargas entre planetas ou estrelas.

Ninguém ainda pode cravar, com certeza, qual a origem ou a função do Oumuamua, mas cientistas acreditam que a descoberta pode estar próxima.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS