Gente

O valor de Anitta

Crédito: Pedro Fiuza

Anitta continua firme em sua missão de conquistar o mundo e se firmar como a maior estrela brasileira. Jurada do “The Voice” mexicano, onde aparecerá ao lado de Maluma, seu parceiro na música “Sim ou Não”, ela foi anunciada pela atração como a “rainha do pop no Brasil”. Anitta também será tema de uma série documental da Netflix. “Vai Anitta”, com previsão de estreia ainda em 2018, mostrará bastidores da turnê e cenas da vida da cantora longe dos holofotes. Anitta conseguiu ainda desbancar a apresentadora Fátima Bernardes da posição de maior cachê feminino da publicidade nacional. Ela cobra até R$ 4,5 milhões por uma campanha em todas as mídias — valor que a coloca ao lado de Neymar e Fausto Silva, famosos pelos cachês estratosféricos.

 

 

No panteão das estrelas

Divulgação

Em um post recente, Alcione listou alguns nomes que considera ícones nacionais: Clara Nunes, Elza Soares, Fernanda Montenegro, Roberto Carlos… e Iza. “Há muito tempo espero na música do Brasil um acontecimento que me deixasse perplexa e que preenchesse todas as qualidades que um artista precisa”, escreveu. Revelação do pop nacional, Iza lançou recentemente seu primeiro disco, “Dona de Mim”, que inclui o hit “Pesadão”, com Falcão, de O Rappa. Cantou também com o rapper americano CeeLo Green e já abriu o show do Coldplay.

Bancada 100% feminina

Divulgação

No ar desde 1983, o Vídeo Show já teve diversos formatos e apresentadores, de Miguel Falabella e Cissa Guimarães a Monica Iozzi e Otaviano Costa. Na mais nova fase do programa a bancada é totalmente comandada por mulheres: Sophia Abrahão, Vivian Amorim e Fernanda Keulla. A ex-BBB Ana Clara e o ator Felite Titto são os repórteres. A estratégia da Globo é revitalizar o programa, que sofre há tempos com baixa audiência. Desde a estreia, na segunda 16, o trio de meninas foi aprovado — pelo menos nos comentários via Twitter.

Scarlett desiste de viver trans

Neilson Barnard

A atriz Scarlett Johansson havia sido escalada pelo diretor Rupert Sanders (de “Ghost in the Shell”) para viver o gângster Dante Tex Gill na cinebiografia “Rub & Tug”, que passou a se identificar como homem no começo da década de 1960, quando a discussão sobre transsexualidade nem existia. Após receber críticas, ela decidiu abrir mão do papel, e sua decisão foi celebrada por atores LGBTQ. “Nosso entendimento cultural sobre transgêneros continua a avançar, e aprendi muito desde que anunciei pela primeira vez que faria o papel”, disse a atriz.

Ativismo na passarela

Divulgação

A modelo americana Mara Martin aproveitou um desfile de moda praia para entrar na passarela amamentando sua filha Aria, de cinco meses. O objetivo, segundo ela, é mostrar a normalidade do ato de amamentar, ainda visto como um tabu, e provar que “as mulheres podem fazer tudo”. A atitude foi vista como inspiradora para seus seguidores no Instagram.

Lembranças da Copa

Fantástico/Globo/João Cotta

Além da vitória da França, o encerramento da Copa 2018 serviu de deixa para dois comentaristas da Globo. Arnaldo Cezar Coelho anunciou sua aposentadoria ao vivo. “Quero me dedicar um pouco à família e aos meus negócios”, disse ele, que está na emissora desde 1989. Walter Casagrande também protagonizou um momento emocionante: disse que a Copa foi a primeira à qual chegou sóbrio, permaneceu sóbrio e voltou sóbrio. A luta e a vitória do ex-jogador contra a dependência química merecem aplausos.