Brasil

O retrato da polarização

Nova Pádua foi a cidade mais bolsonarista, enquanto que Guaribas o principal reduto haddadista no 1º turno das eleições. Ambas resumem o Brasil

O retrato da polarização

Nova Pádua (RS) e Guaribas (PI) somam juntas uma população de aproximadamente sete mil pessoas. Ocupam no mapa uma fração equivalente a pouco mais de 6.380 metros quadrados. São, portanto, parcelas ínfimas do imenso território brasileiro, de 8,5 milhões de quilômetros quadrados e 207 milhões de habitantes. As duas pequenas cidades, porém, são os extremos que resumem o primeiro turno das eleições presidenciais deste ano. O pequeno município do Sul foi aquele em que Jair Bolsonaro, do PSL, proporcionalmente recebeu mais votos. E a pequena cidade do Nordeste aquela que proporcionalmente mais rendeu apoio a Fernando Haddad, do PT. Bolsonaro ficou com 82,75% dos votos válidos em Nova Pádua. E Haddad conquistou 93,24% dos votos dos eleitores de Guaribas. Não é difícil entender a motivação do eleitor de cada uma dessas localidades para votar assim. Nova Pádua tornou-se um exemplo de combate à corrupção, premiada por seus instrumentos de transparência pública, uma das bandeiras mais identificadas com o discurso do candidato capitão. Guaribas foi o laboratório inicial do programa Fome Zero no primeiro governo Lula, base inicial do Bolsa Família.

Picasa

REPETINDO O PASSADO

Separadas por uma distância de 3.134 quilômetros, Nova Pádua e Guaribas têm em comum o campo como base econômica principal. Em Nova Pádua, a tônica da discussão política tem sido há algum tempo a busca por ferramentas que aumentem a transparência da administração e diminuam a corrupção. O município exibe há tempos um perfil antipetista. Em 2014, Dilma Rousseff também já havia sido fragorosamente derrotada em Nova Pádua. Um percentual até maior que o oferecido agora a Jair Bolsonaro. A cidade rendeu 88,14% de seus votos na ocasião a Aécio Neves, do PSDB. Guaribas (PI) possui quase o dobro de habitantes de Nova Pádua, com 4,4 mil pessoas. No primeiro turno, 2.785 eleitores votaram em Fernando Haddad. Antes ainda da posse de Lula no seu primeiro governo, em 2003, José Graziano escolhera a cidade para ser piloto do Fome Zero, a primeira experiência de transferência de renda dos governos petistas, que depois evoluiria para o Bolsa Família. Como se vê, Nova Pádua e Guaribas resumem, nas suas pequenas dimensões, os embates e as divisões do Brasil.

Tópicos

eleições 2018